Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tim Cook quer fazer da China o principal mercado da Apple

O CEO da tecnológica norte-americana acredita que a China pode superar os EUA e tornar-se o principal mercado da Apple. Cook revelou tencionar abrir “muito mais” lojas no país e reuniu-se com o presidente da China Mobile para discutir uma colaboração entre as duas companhias.

Apple - Até onde pode o iPhone 5 levar a empresa da maçã?
Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 12:12

Tim Cook afirmou acreditar que a China se pode tornar o principal mercado da Apple, em entrevista a uma estação de televisão chinesa, segundo a Bloomberg. O CEO da tecnológica norte-americana não apontou prazos para a concretização deste objectivo.

 

Nesta segunda visita à China em menos de um ano, o líder da Apple reuniu-se com o presidente da China Mobile numa tentativa de conseguir uma parceria com a operadora de rede sem fios . A empresa chinesa possui 707 milhões de clientes – 64% do total de utilizadores de telefones móveis - mas não possui licença para vender iPhones. Já a Apple quer melhorar a quota de mercado na venda de “smartphones”, onde ocupa o sexto lugar no país, segundo o ranking da IDC.

 

A Apple pretende abrir “muito mais” lojas na China nos próximos anos, referiu Cook na mesma entrevista, segundo a Bloomberg. Actualmente a gigante tecnológica tem 11 lojas na China e Hong Kong. O CEO da Apple afirmou também que “adoraria” lançar novos produtos na China em primeiro lugar.

 

No último trimestre de 2012, as vendas da Apple na China atingiram os 5,7 mil milhões de euros, enquanto nos EUA as receitas foram de 14,4 mil milhões de euros, segundo a Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais Tim Cook Apple China Mobile tecnologias
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio