Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Utilização de Internet a partir de casa recua em Outubro

A utilização da Internet registou um decréscimo em Outubro relativamente ao mês anterior. Cerca de 1,3 milhões de portugueses utilizaram Internet a partir do lar, de acordo com dados divulgados pela Marktest.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 12 de Novembro de 2004 às 13:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A utilização da Internet registou um decréscimo em Outubro relativamente ao mês anterior. Cerca de 1,3 milhões de portugueses utilizaram Internet a partir do lar, de acordo com dados divulgados pela Marktest.

Em média, por dia, cerca de 454 mil indivíduos, com mais de quatro anos, utilizaram a Internet a partir de casa. No total foram consultadas mais de 950 milhões de páginas. Segundo a mesma fonte «o mês de Outubro registou em todos os indicadores um pequeno decréscimo relativamente à situação verificada em Setembro».

No que diz respeito à lista dos domínios com mais utilizadores únicos no último mês, o domínio do sapo.pt mantém-se no top de utilizadores únicos, com 910 mil. A Marktest destaca a presença no ranking «de domínios como cgd.pt, (232 mil, na 16ª posição), mytmn.pt (226 mil utilizadores únicos, na 17ª posição), tvcabo.pt (216 mil, na 18ª posição) e millenniumbcp.pt (205 mil, na 20ª posição)».

O domínio com um crescimento maior de utilizadores único foi o ig.com.br com um aumento de 21,4% face ao mês anterior. O domínio terravista.pt foi o que mais recuou com uma queda de 17,8%.

O domínio ebay.com observou o maior crescimento em páginas visitadas, registando perto de cinco milhões e crescimento de 37,5% relativamente a Setembro. «Pelo contrário, o domínio min-edu.pt foi o que, nesta lista, protagonizou a maior quebra em relação ao mês anterior, de 61.3%», de acordo com a mesma fonte. Esta queda liga-se ao fim do processo de colocação de professores.

«Registaram-se poucas alterações nas posições ocupadas», explica o comunicado, acrescentando que, em 2004, as principais alterações «têm a ver com o aumento do Google» (tanto o google.pt, como o google.com), já que naqueles se verificaram as «maiores variações positivas» relativamente a 2003.

Outras Notícias