Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vitória de Espanha no Mundial coloca Toshiba e TomTom em apuros

A Toshiba e TomTom prometiam devolver aos clientes o valor gasto na compra dos produtos da empresa, caso Espanha ganhasse o mundial.

Ana Catarina Gonçalves 16 de Julho de 2010 às 13:27
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
As produtoras Toshiba e TomTom estão a ser acusadas de publicidade enganosa pelo incumprimento da sua campanha publicitária em Espanha aquando do Mundial de Futebol de 2010.

A promoção em causa afirmava que as empresas holandesa e japonesa devolveriam o valor das compras de televisores, computadores portáteis e aparelhos de GPS adquiridos pelos consumidores espanhóis caso a Espanha ganhasse o Mundial, informa o “El Economista”. O lema da campanha era: "Compra um novo portátil Toshiba com o novo processador Intel Core i5 de 2010, ou um televisor Toshiba, e se Espanha ganhar a final devolvemos-te todo o teu dinheiro".

Agora, a FACUA- Consumidores em Acção, que já recebeu várias queixas de consumidores a quem não foi devolvido o dinheiro, está a passar à acção, e afirmou hoje que já apresentou a denúncia ao Instituo Nacional do Consumo do Ministério de Saúde e Política, argumentando incumprimentos contratuais e publicidade enganosa que induziu os consumidores a erro.

E a Organização de Consumidores e Usuários de Espanha planeia agora interpor um processo contra as companhias, caso estas se neguem a devolver o dinheiro.

Em declarações ao jornal, a associação de consumidores afirma que "ao ter omitido um elemento essencial na publicidade, a Toshiba deve fazer frente às devoluções dos custos dos produtos incluídos na promoção a todos os clientes que acreditam tê-los adquirido com as correspondentes facturas ou talões de compra". E reforça que “se para recuperar o custo de os produtos da Toshiba era tão importante comprá-los como registá-los, este elemento devia ter sido destacado na publicidade da mesma forma que o primeiro".

No entanto, tanto a Toshiba como a TomTom defendem-se afirmando que para reclamar o seu dinheiro de volta, os consumidores teriam de se ter registado no site da empresa, facto que não incluiu na publicidade, segundo o “El Economista”.

A mesma campanha foi lança em Portugal, caso a selecção nacional vencesse o campeonato. Mas derrota nos oitavos de final poupou à Toshiba todos estes encargos.

Ver comentários
Outras Notícias