Jornal Negócios

Altice cortou 120 milhões de euros no Meo em seis meses
Desde que a Altice assumiu o controlo da PT Portugal, em Junho de 2015, reduziu os custos operacionais da operadora em 120 milhões de euros.
Bruno Simão
Sara Ribeiro 15 de Março de 2016 às 13:54

A Altice reduziu os custos operacionais da dona do Meo em 120 milhões de euros desde que assumiu a liderança da operadora, a 2 de Junho de 2015, de acordo com o relatório e contas de 2015 divulgado esta terça-feira pelo grupo francês.

No mesmo documento, a empresa fundada por Patrick Drahi adianta que o objectivo passa por alcançar poupanças de 200 milhões de euros, sem definir prazos, revelando apenas que pretendia atingir uma redução de 100 milhões de euros entre os 12 e os 18 primeiros meses depois da aquisição da operadora.

Quando a Altice assumiu o controlo da PT Portugal adiantou que iria reduzir custos para melhorar a eficiência da operadora. A revisão dos contratos com fornecedores foi uma das medidas do programa implementado.

De acordo com a apresentação dos resultados, em 2015 a PT registou poupanças de 13 milhões de euros no serviço aos clientes e de 25 milhões de euros na área de vendas e marketing.

Na rubrica de pessoal houve uma redução 29 milhões de euros e na de despesas gerais e administrativas de 11 milhões de euros.

As receitas consolidadas da operação em Portugal da Altice caíram 7,5% no ano passado para 2,3 mil milhões de euros. Pelo contrário, o resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações cresceu 3,5% para 967 milhões de euros. E a margem EBITDA seguiu a mesma tendência, passando de 36,9% em 2014 para 41,3% no ano passado.

Saber mais sobre...
Saber mais Patrick Drahi PT Portugal PT Meo Altice
Pub
Notícias mais Lidas
Mais lidas
Aqui vai ficar a recomendação
Pub