Telecomunicações Acordo que permite à Pharol ficar com maior posição na Oi foi homologado

Acordo que permite à Pharol ficar com maior posição na Oi foi homologado

A Pharol comunicou a homologação do acordo que firmou em janeiro com a Oi. Conseguirá, com isso, mais ações da empresa brasileira.
Acordo que permite à Pharol ficar com maior posição na Oi foi homologado
Alexandra Machado 03 de abril de 2019 às 12:43
O acordo da Pharol com a Oi que pôs fim às disputas judiciais entre as duas empresas foi homologado, anunciou a empresa portuguesa em comunicado.

"A homologação do instrumento do acordo celebrado em 8 de janeiro de 2019 entre a Bratel [empresa brasileira da Pharol] e Pharol e a Oi se tornou eficaz, por ter já decorrido o prazo de 15 (quinze) dias úteis a partir da publicação da decisão judicial que a deferiu", anuncia a Pharol.

Com a homologação do acordo inicia-se o prazo para o cumprimento do acordo, nomeadamente para a extinção dos processos em tribunal e para a entrega à Pharol de 33,8 milhões ações da Oi.

Com estas ações, a Pharol vai conseguir aumentar ligeiramente a sua posição na Oi. A operadora brasileira já tinha comunicado a aprovação pela sua administração do plano de recompra de ações que permite dar esses títulos à Pharoç. A Oi vai recomprar 1,4% das ações preferenciais e mais 0,03% das ações em circulação, revela o comunicado enviado ao regulador do mercado de capitais brasileiro. 

No âmbito do acordo assinado em janeiro ficou, também, acertado de que a Oi paga à Pharol 25 milhões de euros, dinheiro já utilizado na subscrição do aumento de capital da Oi, no âmbito do qual ficou com 5,5% da Oi. Agora aumentará a sua exposição para mais de 6%.

Já depois deste acordo, a Oi conseguiu eleger um administrador na Pharol, na qual detém 10%.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI