Telecomunicações Adesões a pacotes de telecomunicações estão a abrandar

Adesões a pacotes de telecomunicações estão a abrandar

No final de 2015 havia 3,25 milhões de clientes de pacotes de serviços de telecomunicações, um número que representa um aumento de 10% face a 2014. No entanto, segundo a Anacom as novas subscrições desaceleraram.
Adesões a pacotes de telecomunicações estão a abrandar
Bloomberg
Sara Ribeiro 29 de fevereiro de 2016 às 15:01

Há menos novos clientes a aderirem a pacotes de serviços de telecomunições. A conclusão é do regulador do serctor, a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). É que apesar do número de assinantes ter aumentado, ao longo de 2015, está a aumentar menos.

O número de assinantes das ofertas em pacote de serviçoes de telemunicações atingiu 3,25 milhões no final do ano, valor que traduz uma melhoria de 10,5% face ao mesmo período de 2014, segundo os dados avançados esta segunda-feira, 29 de Fevereiro, pela Anacom.

No mesmo período, cerca de oito em cada 10 famílias dispunham de um pacote "multiple play", o representa um crescimento de 7,3 pontos percentuais face ao valor registado no período homólogo.

O regulador do sector de telecomunicações explica que apesar deste crescimento, ao longo de 2015, com particular destaque nos últimos três trimestres, "o número de novos subscritores do serviço (em termos líquidos) desacelerou, interrompendo a tendência que se iniciou no segundo trimestre de 2013 e que terminou no primeiro trimestre de 2015".

A redução do número de subscritores foi mais sentida no "duble play" (internet e telefone fixos) e no "triple play" (telefone fixo, internet fixa e televisão). Já nas modalidades "quadruple" (internet fixa, telefone fixo, telefone móvel e televisão) e "quintuple play" (internet fixa, internet móvel, telefone fixo, telefone móvel e televisão) a tendência foi inversa. Aliás, a última foi a que mais cresceu em 2015 com um aumento de 28% do número de assinantes.

Apesar desta desaceleração, o "triple play" continua a ser a modalidade mais popular, com 41,6% do total, seguindo-se o "quintuple play" com 38,4% e o "duble play" com 15,4%.

No total, as receitas dos serviços em pacote rondaram 1.511 milhões de euros em 2015, com as receitas das ofertas 4P ("quadruple play") e 5P ("quintuple play") a representarem mais de metade do total.

Em termos de quotas de mercado, a Meo continua a liderar com uma quota 41,1%, seguindo-se a Nos com 39,4%, a Vodafone com 13,8% e o Grupo Apax (dona da Cabovisão) com 5,6%.

De acordo com os dados da Anacom, a Vodafone foi o operador que mais aumentou a sua quota de clientes durante o ano, mais 3,2 pontos percentuais, enquanto a Nos foi o operador que mais subscritores captou, em termos líquidos.

De acordo com o Barómetro de Telecomunicaçõe da Marktest, cerca de 6,6% dos clientes de serviços em pacote manifestaram intenção de mudar de prestador nos próximos três meses, enquanto 71,4% referiu que não tem intenção de o fazer.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI