Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Citigroup reitera recomendação de “compra” e sobe “target” da PT para 5 euros

A casa de investimento explica que reviu em alta do preço-alto da operadora por duas razões: a análise à lógica e impacto financeiros da oferta convergente de quatro serviços de telecomunicações através da Meo e a venda da participação da operadora na CTM.

Zeinal Bava: "Não estamos interessados em investir se for para abrir a rede"
Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 16 de Janeiro de 2013 às 13:23
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O Citi revela hoje numa nota de “research” que reitera a recomendação de “compra” para a Portugal Telecom e aumenta o preço-alvo das suas acções de 4,70 para 5 euros.

 

Na subida do preço-alvo, explica a mesma fonte, “analisamos a lógica e impacto financeiros” da oferta convergente de quatro serviços de telecomunicações, através da marca Meo e também os benefícios associados à venda da sua participação na operadora em Macau, CTM e que foi vendida por 312 milhões de euros quando a casa de investimento esperava um valor de 235 milhões de euros.

 

O Citi relembra que a Portugal Telecom (PT) anunciou o lançamento de uma oferta convergente de quatro serviços de telecomunicações, através da marca Meo, dia 11 de Janeiro sublinhando que a PT planeia solidificar uma posição como único operador integrado em Portugal, com “um objectivo claro de aumentar quota de mercado”.

 

Já a Zon, acrescenta a mesma fonte, “atravessa um momento difícil para replicar a oferta da PT uma vez que não tem uma infra-estrutura para operações móveis. A Vodafone e a Optimus têm quotas de mercado baixas e que têm registado quedas no fixo e estão em subescala no ‘triple play’”.

 

A fusão da Optimus e Zon poderá ajudar no início de 2014, escrevem ainda os analistas do Citi, mas a PT “terá pelo menos 12 meses de vantagem e um melhor momento operacional no ‘triple play’. A Vodafone Portugal tem mais a perder como um operador apenas móvel”, consideram.

 

“Como foi o caso do ‘triple play’ nos últimos quatro anos, esperamos que estes quatro serviços se tornem referência como oferta no mercado e que a PT ganhe quota de mercado no móvel bem como continue a aumentar a quota no fixo”, diz a nota de “research”.

 

O Citi refere também que reitera as recomendações de “venda” e "neutral" para a Sonaecom e Zon, respectivamente. Para a Sonaecom têm um preço-alvo de 1,30 euros enquanto que o target da Zon é de 2,6 euros. 

 

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

 

 

 

Ver comentários
Saber mais Citigroup compra PT Zon
Outras Notícias