Telecomunicações Mais de metade dos portugueses faz chamadas e envia sms pela internet

Mais de metade dos portugueses faz chamadas e envia sms pela internet

Os serviços over-the-top (OTT), como o Messenger, Skype ou WhatsApp, já fazem parte do dia-a-dia de milhões de portugueses. As chamadas online são utilizadas por 49% da população enquanto as sms ultrapassam os 70%.
Mais de metade dos portugueses faz chamadas e envia sms pela internet
Bloomberg
Sara Ribeiro 25 de fevereiro de 2016 às 12:23

A popularidade dos smartphones alterou os hábitos dos consumidores. E o acesso à internet foi uma das principais transformações originadas pela forte presença dos telemóveis inteligentes no dia-a-dia dos portugueses, incluindo no que toca à realização de chamadas telefónicas e no envio de mensagens escritas.

 

Com os dispositivos móveis, e o maior acesso à internet, apareceram aplicaçãoes que possibilitam fazer chamadas e enviar sms online, os chamados serviços over-the-top (OTT) que já conquistaram os portugueses.

 

De acordo com um estudo realizado pela Comissão Europeia, e divulgado pela Anacom, no início de 2015 a percentagem de portugueses que realizou chamadas de voz ou vídeo pela internet em Portugal, via Skype, Messenser ou WhatsApp, por exemplo, foi de 37%, um valor a par com a média da União Europeia.

 

Tendo em conta os números mais recentes do barómetro de telecomunicações das Marktest, relativos ao quarto trimestre de 2015, os números são bastante superiores: 49% dos utilizadores de internet com 15 ou mais anos realizaram chamadas de voz pela internet.

 

Analisando só os serviços de envio de sms e videochamadas online os números dispararam para 71% e 68%, respectivamente, de acordo com os dados divulgados pelo regulador do sector de telecomunicações.

 

Estes números representam um aumento face aos valores registados no segundo trimestre do mesmo ano, período onde 41% dos utilizadores portugueses de internet realizaram chamadas via OTT e 65% enviaram sms pela internet.

 

Os mais jovens preferem chamadas de voz, os mais velhos sms

 

A substituição das chamadas e sms tradicionais pelos serviços OTT é bem mais visível entre os jovens. Segundo o mesmo estudo de Bruxelas, em média 52% dos portugueses entre os 16 e os 24 anos utilizam estas aplicações, um número 4 pontos percentuais acima da méda da União Europeia (48%).

 

Já de acordo com a análise do perfil dos utilizadores portugueses destes serviços realizada pela Marktest, o escalão etário é a principal característica sociodemográfica que mais diferencia os indivíduos no que respeita à utilização de serviços OTT.

 

"Os jovens são mais propensos à utilização destes serviços, destacando-se o grupo com menos de 35 anos no caso das chamadas de voz pela internet e o grupo com menos de 45 anos no caso dos serviços instant messaging", de acordo com a análise da Marktest citada pela Anacom.

 

Já no caso concreto das chamadas de voz pela internet, os indivíduos das classes sociais mais elevadas são mais propensos à sua utilização, acrescenta.

 

Apesar de não ainda não haver informação específica sobre a utilização de serviços de videostreaming ou de serviço de TV não linear, a análise da Marktest concluiu também que houve um aumento da utilização de terminais multimédia (tablets, smartphones e computadores pessoais) para assistir televisão.

 

Segundo o Barómetro de Telecomunicações da Marktest relativo ao final de 2015, "cerca de 14,8% dos lares com serviço de TV por subscrição utilizaram equipamentos móveis (como smartphone, tablet, portátil) para ver TV e cerca de 8,5% dos utilizadores de internet com 15 ou mais anos utilizaram o mobile TV".

 

O tema dos serviços OTT tem estado no centro das críticas das operadoras de telecomunicações, que defendem regras semelhantes para ambos.

 

O facto de os OTT não estarem sujeitos à mesma regulação ou impostos do sector de telecomunicações, são algumas das críticas apontadas, estando Bruxelas já a analisar a introdução de novas regras no âmbito da revisão de regulação das comunicações que está em marcha.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI