Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Meo vende 49,99% na rede de fibra à Morgan Stanley

O negócio avalia a rede de fibra em 4,63 mil milhões de euros da empresa e vai permitir à Meo um encaixe que pode superar os 2 mil milhões de euros.

Vítor Mota
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A Altice Europe anunciou esta sexta-feira que chegou a acordo para a Meo vender uma posição minoritária de 49,99% da empresa que detém a sua rede de fibra óptica em Portugal à Morgan Stanley Infrastructure Partners.

 

O negócio deverá estar concluído no primeiro semestre de 2020 e foi feito com base numa avaliação de 4,63 mil milhões de euros da empresa, o que tem implícito um múltiplo de 20 vezes o EBITDA. A Meo garante um encaixe de 1.565 milhões de euros em 2020 com este negócio, mas o valor a receber pode aumentar no futuro, ficando dependente do desempenho financeiro da empresa.

 

A Meo pode receber mais 375 milhões de euros no final de 2021 e outro tanto no final de 2026. Caso receba o montante máximo, a Meo garante um encaixe 2.315 mil milhões de euros.

"Estamos muito satisfeitos que a nossa parceria com a Morgan Stanley Infrastructure Partners", iniciada em 2018, "continue agora com um projeto de fibra transformacional", afirma Patrick Drahi, fundador da Altice, num comunicado. O responsável adianta ainda que continuam "focados na desalavancagem da Altice Europe através do crescimento das receitas e do EBITDA" e que esta operação vai permitir "acelerar" esse mesmo processo. 

 

Há já vários meses que a Altice estava em negociações com vários investidores para alienar uma posição minoritária na rede de fibra em Portugal, no âmbito do processo de desalavancagem. Em agosto, Alexandre Matos, administrador financeiro da Altice Portugal, garantiu terem "mais do que um interessado" na rede.

 

A Altice pretendia vender este ativo com base numa avaliação de 5 mil milhões de euros, sendo que várias das propostas que a empresa teve em cima da mesa não chegavam aos 4 mil milhões.

 

Em comunicado a Altice refere que a parceria com a Morgan Stanley permite criar uma empresa grossista em Portugal com cobertura em todo o país e que vai agora vender os seis serviços aos operadores de telecomunicações em Portugal  "com condições financeiras iguais para todos". A Meo continuará a prestar serviços a esta empresa, a Altice Portugal FTTH, nomeado ao nível técnico e manutenção da rede.

A Altice Portugal FTTH chegará ao final do ano com uma cobertura de cerca de 4 milhões de casas em Portugal com fibra e pretende expandir a rede nos próximos anos.

As ações da Altice Europa dispararam após este anúncio. Os títulos estavam, há pouco, a subir 5,44% para 5,62 euros.

(Notícia atualizada às 08:28 com mais informação.)

 

Ver comentários
Saber mais Meo Morgan Stanley Altice Europe Morgan Stanley Infrastructure Partners rede de fibra
Outras Notícias