Telecomunicações Meo e Nos em luta renhida pela liderança das ofertas em pacote

Meo e Nos em luta renhida pela liderança das ofertas em pacote

O número de subscritores de serviços de telecomunicações em pacote continua a aumentar contando já com um total de 3,35 milhões de clientes. A Meo continua a liderar com 39,9% seguida de muito perto pela Nos com 39,8%.
Meo e Nos em luta renhida pela liderança das ofertas em pacote
Bloomberg
Sara Ribeiro 24 de agosto de 2016 às 16:19

As ofertas convergentes têm sido uma das principais apostas das operadoras de telecomunicações. E o número de portugueses que subscreve a este tipo de serviços tem aumento de trimestre para trimestre, apesar de já estar a registar um ligeiro abrandamento.

No final de Junho, havia 3,35 milhões de subscritores de pacotes de serviços, um aumento de 7,6% face ao mesmo período do ano passado e de 1,4% face ao trimestre anterior, segundo os números divulgados esta quarta-feira, 24 de Agosto, pela Anacom. Ou seja, 82,1 em cada 100 famílias dispunham de uma oferta convergente.

O crescimento do número de subscritores de serviços em pacote "resultou do aumento dos clientes de pacotes quintuple play(5P), que registaram mais 61 mil subscritores no segundo trimestre, e dos pacotes triple play (3P), cujo número de subscritores aumentou em 22 mil neste período", explica o regulador do sector.

As ofertas triple play (telefone fixo, televisão e internet) continuam a ser as mais populares com 40,9% do total de subscritores. Já os pacotes quintuple play (a que acrescem telemóvel e internet móvel) têm 39,9% do mercado.

Em termos de quota de mercado, a Meo continua a ser o operador líder neste segmento tendo fechado o segundo trimestre com 39,9%. Mas, enquanto a quota da Meo caiu 2,3 pontos, a Nos aumentou a sua presença de 38,8% para 39,8%, rivalizando assim de perto com a rival Meo na liderança do segmento.

No final de Junho a Vodafone tinha uma quota de 15,1%, tendo sido "o prestador que mais aumentou a sua quota de subscritores ao registar a aquisição líquida de 26 mil novos clientes", sublinha a entidade liderada por Fátima Barros. O Grupo Apax – que detém a Cabovisão e a Oni– tinha 5,2%.

Analisando as ofertas por modalidade, a Nos liderava no 2P (double play), 3P e 4P (quadruple play), enquanto a Meo liderava na modalidade 5P.

No toca às receitas deste serviço, no total atingiram 831 milhões de euros no primeiro semestre de 2016, o que representa uma subida de 12,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior. "Mais de metade destas receitas (53,9%) tinham origem em ofertas quintuple play (5P)", detalha a Anacom.

Quanto à receita média mensal por subscritor, foi de 41,96 euros nos primeiros seis meses do ano, um valor superior em 3,6% face aos primeiros seis meses de 2015.

Em termos de receitas, a Meo tinha uma quota de 43,4%, seguindo-se a Nos (39,3%), a Vodafone (12,9%) e o grupo Apax (4,3%).




pub

Marketing Automation certified by E-GOI