Telecomunicações Miguel Almeida: Compromissos propostos pela Altice "são uma piada"

Miguel Almeida: Compromissos propostos pela Altice "são uma piada"

Miguel Almeida, presidente da Nos, foi muito crítico sobre a proposta de remédios que a Altice fez à Autoridade da Concorrência para poder comprar a Media Capital. E diz mesmo que até parece que a Altice está a faltar ao respeito ao regulador.
Miguel Almeida: Compromissos propostos pela Altice "são uma piada"
Miguel Baltazar/Negócios
Alexandra Machado 11 de maio de 2018 às 12:48

A Nos, pela voz de Miguel Almeida, é muito crítica sobre os remédios que a Altice terá proposto para ficar com a Media Capital. O Expresso avançou que a Altice propôs oito remédios.

Para Miguel Almeida esses remédios "são uma piada". E acrescenta: "É tão absurdo e ridículo que perguntamos se não estão a faltar ao respeito para com a Autoridade da Concorrência".

Não disse mais sobre os remédios. Mas, em conferência com os analistas, ainda deixou a interrogação depois destas afirmações: "é claro o que pensamos sobre os remédios?".

A Nos e os restantes interessados têm até dia 21 de Maio para fazer os comentários às propostas de remédios da Altice. Conforme noticiou o Expresso, a Altice fez oito propostas para fazer passar a compra da Media Capital.

Um dos compromissos é a autonomização dos negócios de distribuição de canais, conteúdos, publicidade e televisão digital terrestre, com a garantia dada pela Altice de que estes negócios serão da responsabilidade de empresas distintas dentro do grupo.

Na televisão digital terrestre, a Altice compromete-se ao acesso em condições de transparência de preço e numa base não discriminatória, o que, aliás, ficou previsto no concurso que atribuiu à Meo a rede TDT.

Um outro remédio é o de implementar uma oferta regulada de acesso à plataforma da Meo e a outras novas plataformas de televisão durante 5 a 10 anos.

Ainda segundo o Expresso, a Altice obriga-se a não ter canais exclusivos na plataforma de televisão Meo, garantindo da mesma forma que não irá limitar o acesso aos serviços dos concorrentes e disponibilizará na sua plataforma os canais de operadores concorrentes da TVI que estarão, salvo algumas excepções que venham a ser definidas, nas oito primeiras posições da grelha.

O espaço publicitário da Media Capital não ficará limitado, compromete-se a Altice, dando, ainda, como garantia que vai evitar troca de informação concorrencial através de "firewall", mas também limitando a mobilidade de trabalhadores entre as duas empresas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI