Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nos antecipa metas e fecha 2015 com quase 30% de quota de mercado

A operadora antecipou em dois anos as metas estabelecidas, após a fusão, para atingir uma quota de mercado de quase 30%.

A carregar o vídeo ...
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 01 de Março de 2016 às 11:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O presidente executivo da Nos, Miguel Almeida, adiantou que a operadora terminou 2015 com uma quota de quase 30%, antecipando assim os objectivos que a empresa tinha traçado, após a fusão, para 2018.

 

"2015 foi um ano extraordinário para a Nos", sublinhou esta terça-feira, 1 de Março, Miguel Almeida. Apesar de ainda não serem conhecidos os dados de todos os concorrentes, a Nos estima que a sua "quota de mercado terá ficado nos 30%. Aumentámos em três pontos percentuais a quota em 12 meses", acrescentou durante a conferência de apresentação de resultados, em Lisboa.

O plano de negócios da Nos, após a fusão entre a Optimus e a Zon, previa que a operadora alcançasse uma quota de 30% em 2018. Com o aumento da quota de mercado registado no ano passado, a Nos aproximou-se assim da líder de mercado, a Meo.

 

"Menos de dois anos e meio após a fusão, a Nos é hoje uma empresa sólida, dinâmica, inovadora e competitiva. Achamos que estamos numa posição muito privilegiada para os desafios que o mercado nos coloca", sublinhou.

 

A operadora liderada por Miguel Almeida fechou o ano de 2015 com lucros de 82,7 milhões de euros em 2015, um valor que representa um aumento de 10,7% face ao ano anterior.


As receitas também cresceram 4,4% para 1,44 mil milhões de euros, enquanto o EBITDA situou-se nos 533 milhões de euros, mais 4,4% face ao mesmo período de 2014.

 

Ver comentários
Saber mais Nos telecomunicações Miguel Almeida 2015 quota de mercado 30%
Outras Notícias