Telecomunicações Oi afinal pede a Portugal homologação do plano de recuperação

Oi afinal pede a Portugal homologação do plano de recuperação

Afinal, a operadora brasileira aguarda a homologação do plano de recuperação na Justiça portuguesa.
Oi afinal pede a Portugal homologação do plano de recuperação
Reuters
Alexandra Machado 25 de junho de 2018 às 14:56

"A Oi aguarda para os próximos dias a confirmação formal, pela Justiça portuguesa, do seu pedido de reconhecimento dos efeitos do plano de recuperação judicial do grupo Oi aprovado e homologado no Brasil", diz a operadora brasileira em comunicado enviado às redacções.

Isto depois de ter dito, por via de fonte oficial, ao Negócios, que depois da aprovação na Holanda o reconhecimento em Portugal era automático.


Afinal, está mesmo a aguardar a homologação em Portugal, assumindo, no mesmo comunicado, que a "Justiça portuguesa já reconheceu a jurisdição brasileira como a competente para processar a recuperação judicial da Oi".

A Oi acrescenta esperar uma decisão positiva, até no seguimento do que já conseguiu na Holanda, no Reino Unido e nos Estados Unidos da América, além da aprovação obtida no Brasil.

"Há expectativa positiva para a decisão em Portugal". E aproveita este comunicado para voltar a atirar-se à Pharol, que interpôs uma providência cautelar com pedido de arresto de bens contra a Oi, antecedendo uma acção principal com um pedido de indemnização chorudo.

A Oi volta a dizer que as alegações da Pharol são "mentirosas e descabidas". Mentirosas foi também como a Pharol apelidou as declarações da Oi desde 2014, altura em que foi aprovada a transferência da parte operacional da então PT para a empresa brasileira. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI