Telecomunicações Oi reduz prejuízos em mais de 20%

Oi reduz prejuízos em mais de 20%

A Oi reduziu prejuízos em 2017 e fala de estabilização operacional.
Oi reduz prejuízos em mais de 20%
Reuters
Alexandra Machado 13 de abril de 2018 às 07:50

"Em 2016 e 2017, o processo de reestruturação em diversas frentes permitiu estabilizar a operação da companhia". É assim que a Oi começa o comunicado de resultados referentes a 2017, apresentados esta sexta-feira, 13 de Abril, depois de terem sido adiados.

 

Garante que as  prioridades da gestão foram "a melhoria da qualidade, transformação digital, controle de custos, gestão do caixa e reestruturação da dívida com a aprovação da recuperação judicial", acrescentando que "importantes resultados destas frentes vêm preparando a Oi para um novo ciclo de investimentos".

 

Mas para já apresenta uma redução dos prejuízos em 20,7% para 6,365 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros), uma melhoria face aos mais de oito mil milhões de reais registados um ano antes.

 

As receitas ainda recuaram 8,5% para 23,8 mil milhões de reais e o EBITDA recorrente piorou 6,8% para 6,2 mil milhões de reais, mas conseguiu melhorar a margem operacional para 26,2%.

 

A dívida continuou a subir, agravando-se em sete mil milhões para 47 mil milhões de reais.

(Notícia corrigida na evolução do EBITDA que piorou 6,8%)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI