Telecomunicações Operadoras querem limitar leilão do 5G a 100 milhões

Operadoras querem limitar leilão do 5G a 100 milhões

Altice, Nos e Vodafone argumentam que quanto maior for o valor desembolsado no leilão, menor será a capacidade para investir nos compromissos assumidos no âmbito do 5G.
Operadoras querem limitar leilão do 5G a 100 milhões
Reuters
Negócios 24 de janeiro de 2020 às 09:32
As operadoras de telecomunicações a operar em Portugal consideram que o leilão para a atribuição de licenças para o 5G, previsto para abril, deverá ter um custo máximo de 100 milhões de euros do espectro. A informação é avançada esta sexta-feira, 24 de janeiro, pelo Jornal Económico.

Segundo o semanário, a Altice, a Nos e a Vodafone justificam este limite com o facto de terem de fazer investimentos elevados, ao longo dos próximos anos, para implementar o 5G. Quanto maior for o valor desembolsado no leilão, argumentam, menor será a capacidade para investir nos compromissos assumidos no âmbito do 5G.

O Jornal Económico acrescenta ainda que as operadoras consideram também que o custo total da implementação do 5G deve ser inferior aos cerca de 250 milhões de euros que cada uma investiu, em média, para implementar o 4G.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI