Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pharol vê muitas incertezas no processo de falência da Rioforte

A Pharol optou por não rever a estimativa para o valor a recuperar da Rioforte, já que considera haver muitas incertezas e pela morosidade do calendário da insolvência. Os próprios curadores da falência da empresa que foi do universo Espírito Santo olham com muitas incertezas os ativos que vão conseguir incluir na massa falida.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 06 de Março de 2019 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 22
  • ...
A Pharol já tinha uma expectativa baixa em relação ao valor a receber do que tem em papel comercial da Rioforte, cujo valor nominal atinge os 897 milhões de euros. Agora coloca também incertezas quanto ao calendário.

De acordo com o relatório e contas da Pharol referente a 2018, a empresa liderada por Luís Palha da Silva assume que "continua a verificar-se grande morosidade e complexidade do processo de falência, que nã...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Pharol Rioforte Luís Palha da Silva GES
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias