Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Polícia Judiciária faz buscas na PT SGPS por causa do empréstimo à Rioforte (act.)

A Polícia Judiciária está na sede da PT a fazer buscas. Em causa estará o investimento feito pela empresa na Rioforte, "holding" do Grupo Espírito Santo, no valor de 897 milhões de euros.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 06 de Janeiro de 2015 às 11:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 50
  • ...

Elementos da Polícia Judiciária estão a fazer buscas na sede da Portugal Telecom (PT), um edifício em Picoas, Lisboa, onde a PT SGPS partilha o espaço com a PT Portugal, noticiam a CMTV e o Observador.

 

Fonte da PT SGPS confirmou ao Negócios que as buscas estão relacionadas com o investimento feito na Rioforte, holding do Grupo Espírito Santo, onde a PT investiu 897 milhões de euros em papel comercial.

 

A SIC Noticias está a dar a informação de que as buscas, a cargo do Departamento Central de Investigação e Acção Penal e da Unidade Anticorrupção da PJ, também se estendem à PwC. 

 

Fonte oficial da PGR confirmou ao Negócios "a realização de buscas na PricewaterhouseCoopers, estando a empresa colaborar com as investigações nos termos da lei".

 

Numa nota à comunicação social, a Procuradoria Geral da República confirmou ainda, entretanto, "a

Estão em causa suspeitas de participação económica em negócio e burla qualificada, investigando-se aplicações financeiras realizadas pela empresa.
 
Comunicado da Procuradoria-Geral da República

realização de buscas, designadamente na PT SGPS, no âmbito de um inquérito em investigação no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP)".

 

Quanto ao objecto do inquérito, a PGR refere que "estão em causa suspeitas de participação económica em negócio e burla qualificada, investigando-se aplicações financeiras realizadas pela empresa".

 

O Ministério Público é coadjuvado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), pela Polícia Judiciária (PJ) e pela Autoridade Tributária (AT). O inquérito encontra-se em segredo de justiça, conclui.

 

A PT investiu 897 milhões de euros em dívida da sociedade do GES Rioforte em Março, que acabou por não receber. Este investimento mudou o rumo da fusão prevista entre a PT SGPS e a brasileira Oi.

 

Está previsto que esta terça-feira seja conhecido o relatório da auditoria da PwC relativo a este investimento. 

 

(Notícia actualizada às 16h05 com informação sobre as buscas na PwC)

Ver comentários
Saber mais Polícia Judiciária Portugal Telecom PT Picoas Lisboa PT SGPS Grupo Espírito Santo
Outras Notícias