Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT confirma João Mello Franco como novo "chairman" e acaba com comissão executiva

O conselho de administração da Portugal Telecom nomeou esta quinta-feira João Mello Franco como novo presidente. A comissão executiva deixa de existir a partir de 1 de Outubro.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Em reunião realizada esta quinta-feira, 18 de Setembro, o conselho de administração da PT decidiu nomear João Manuel de Mello Franco para exercer as funções de "chairman" da operadora, segundo um comunicado divulgado junto da CMVM. Esta nomeação está sujeita a ratificação na próxima Assembleia-Geral de Accionistas da Portugal Telecom.

 

Mello Franco ocupará assim o cargo deixado vago por Henrique Granadeiro, que se demitiu da presidência do conselho de administração e da presidência executiva, na sequência do investimento de 897 milhões de euros em dívida de sociedades do Grupo Espírito Santo que não foi paga.

 

"Exercendo funções de administração e fiscalização na PT desde 1998, João Manuel de Mello Franco é profundo conhecedor do Grupo Portugal Telecom, onde desempenha funções há cerca de 30 anos, tendo nomeadamente exercido os cargos de Presidente do Conselho de Administração de TLP – Telefones de Lisboa e Porto, S.A. de 1989 a 1994, de Presidente do Conselho de Administração da Companhia Portuguesa Rádio Marconi de 1994 a 1995 e de Presidente do Conselho de Administração da TMN – Telecomunicações Móveis Nacionais, S.A. de 1991 a 1994, para além de contar com uma vasta experiência profissional em diversas empresas portuguesas de grande dimensão", sublinha o comunicado.

 

A administração da PT decidiu ainda "nomear, por cooptação, como membros não executivos do Conselho de Administração, para completarem o mandato em curso (triénio 2012-2014), Rolando António Durão Ferreira de Oliveira e Francisco Ravara Cary, em substituição de Henrique Manuel Fusco Granadeiro e Amílcar Carlos Ferreira de Morais Pires, respectivamente, os quais tinham apresentado renúncia aos seus cargos de administração". Esta cooptação será também submetida a ratificação na próxima reunião magna da PT.

 

Outubro entra sem comissão executiva

 

Além disso, o conselho de administração decidiu também prescindir de uma comissão executiva na PT. "Por último, tomando em consideração que se entende, face ao novo enquadramento da PT, não se justificar a manutenção da actual estrutura de governo societário, nomeadamente no que se refere à delegação da gestão corrente da sociedade numa comissão executiva e aos inerentes mecanismos de articulação desta com os demais administradores, o Conselho de Administração deliberou avocar, com efeitos a partir de 1 de Outubro de 2014, a totalidade dos poderes de gestão corrente da Sociedade".

 

Assim, a partir do próximo dia 1 de Outubro, deixa de existir uma Comissão Executiva na estrutura de governo societário da Portugal Telecom.

 

O que Mello Franco tem pela frente

 

Mello Franco irá liderar uma empresa esvaziada de activos operacionais. Neste momento, a empresa é uma espécie de carteira de dívida, que tem a dívida da Rioforte no seu balanço.

A principal função do gestor será, precisamente, recuperar o valor da dívida, 897 milhões de euros, para que possa aumentar a percentagem que a PT terá na nova empresa Oi, resultante da integração dos activos da PT Portugal (como o serviço Meo).

 

Neste momento, os accionistas da PT têm 25,6% da empresa, sendo que têm opções de compra de acções da Oi para exercer nos próximos seis anos para chegar acima dos 37% inicialmente avançados. Esta redução na participação da empresa resultou do investimento em dívida da Rioforte, do Grupo Espírito Santo, que não foi reembolsada. Foi essa, então, a razão para a demissão de Granadeiro.

 

Mello Franco é licenciado em Engenharia Mecânico pelo Técnico, foi presidente da Lisnave e da José de Mello Imobiliária, presidente do conselho fiscal do Sporting e esteve à frente da TMN.

Ver comentários
Saber mais João Manuel de Mello Franco Accionistas da Portugal Telecom PT Grupo Espírito Santo Grupo Portugal Telecom Henrique Manuel Fusco Granadeiro
Outras Notícias