Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telefónica e Liberty Global fecham acordo para criar gigante das telecomunicações

Já é oficial a união entre a Telefonica e a Liberty Global, da qual vai nascer o maior operador de telecomunicações do Reino Unido.

Reuters
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 07 de Maio de 2020 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Está fechado o negócio multimilionário que vai criar o maior operador de telefone e internet do Reino Unido. A Bloomberg avança que a Telefonica e a Liberty Global chegaram a um acordo, que vai resultar na fusão da Virgin Media com a O2.

A união está avaliada em 31 mil milhões de libras, cerca de 35 mil milhões de euros. A O2, que pertence à Telefonica, vale cerca de 14 mil milhões de euros, enquanto a Virgin Media, controlada pela Liberty Global, está avaliada em 21 mil milhões de euros.


Num comunicado emitido esta quinta-feira, as empresas referem que estão previstas sinergias no valor de sete mil milhões de euros.

A Telefonica vai receber um pagamento inicial a rondar os 2,8 mil milhões de euros, aos quais se deverão somar mais 6,5 milhões em futuras recapitalizações. O acordo prevê ainda que a nova empresa seja controlada em partes iguais pelas duas operadoras. Cada uma terá direito a nomear quatro membros para o conselho de administração. Este será liderado por um chairman, que deverá rodar a cada dois anos.


As negociações entre as duas empresas começaram em dezembro do ano passado e só deverão ficar completamente fechadas em meados do próximo ano. A gigante que resulta da fusão entre a Virgin Media e a O2 vai representar uma ameaça à BT, que é líder de mercado no Reino Unido, e à Vodafone.


O negócio também vai permitir à operadora espanhola diminuir a sua dívida, que ultrapassa os 38 mil milhões de euros. Este é o maior negócio a ser fechado em todo o mundo desde o início da pandemia de coronavírus.

Ver comentários
Saber mais Reino Unido Liberty Global Virgin Media Telefonica O2 telecomunicações
Mais lidas
Outras Notícias