A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telefónica nega projecto para aquisição conjunta da TIM Brasil com a Oi

A Telefónica veio esclarecer em comunicado que "não faz parte" de nenhum veículo para a compra da operadora TIM Brasil nem tem quaisquer informações sobre esse projecto, que na sexta-feira fez disparar a cotação das acções da PT.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 06 de Janeiro de 2014 às 11:05
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...

A Telefónica negou ter um projecto para a criação de um veículo, juntamente com a Oi e com a América Móvil, que vise comprar a operadora TIM Brasil para posteriormente repartir os seus activos.

 

“Ainda que a Telefónica não comente artigos especulativos e notícias publicadas na imprensa, a Telefónica quer esclarecer que não faz parte desse veículo e não tem informações de nenhum tipo sobre a referida potencial aquisição”, afirma a companhia espanhola de telecomunicações em comunicado ao mercado. 

 

A Telefónica também indicou que não teve “nenhum contacto específico com o CADE”, a autoridade da concorrência brasileira, sobre essa eventual transacção da TIM Brasil. De acordo com a Telefónica, todos os contactos recentes dos seus advogados e representantes com o CADE incidiram sobre outros assuntos, entre os quais a aquisição da participação que a Portugal Telecom (PT) tinha na Brasilcel, a dona da operadora Vivo.

 

No comunicado emitido esta segunda-feira, a Telefónica revela ainda que está a analisar a possibilidade de contestar judicialmente as imposições do CADE, entre as quais a aplicação à Telefónica de uma multa de 15 milhões de reais, por considerar que a Telefónica violou o espírito do acordo com aquela entidade brasileira no âmbito da aprovação da compra de parte da Telecom Itália em 2007.

 

Os rumores sobre uma possível aquisição da TIM Brasil por parte de um veículo conjunto da Telefónica, da Oi e da América Movil fez as acções da Portugal Telecom disparar em bolsa na passada sexta-feira. No entanto, esta segunda-feira os títulos da PT já corrigiram parte dessa valorização e seguiam esta manhã a cair 2,26%, para 3,333 euros.

Ver comentários
Saber mais Telefónica Oi TIM Brasil Portugal Telecom
Outras Notícias