Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aeroporto de Faro é o mais afectado pelo fim da Monarch

A transportadora britânica era a quarta maior no Aeroporto de Faro. A embaixada britânica em Lisboa está a coordenar os processos de repatriamento dos passageiros afectados, escreve o Público.

13º Monarch Airlines - 88,18%
Negócios jng@negocios.pt 03 de Outubro de 2017 às 09:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O aeroporto de Faro será o mais afectado, em Portugal, com o fim da companhia britânica Monarch, que entrou esta segunda-feira, 2 de Outubro, em insolvência.

A Monarch era a quarta maior transportadora aérea em Faro. No Funchal tinha um peso de 4%. Operava ainda para Lisboa e Porto, elevando para mais de uma centena as ligações semanais a Portugal.

O Governo britânico já iniciou uma operação de repatriamento, alugando 34 aviões. Em Portugal, será a embaixada britânica em Lisboa a coordenar a realização destes voos de substituição em 112 ligações previstas até 15 de Outubro, escreve o Público desta terça-feira, 3 de Outubro.

Segundo o The Guardian, serão 10 mil aqueles que partirão de Portugal nestes voos de substituição até sexta-feira, incluindo portugueses a residir no Reino Unido.

Já os portugueses que tenham viajado com a Monarch e o seu ponto de partida tenha sido Portugal deverão, para regressar ao país, entrar em contacto com a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), através do email passageirosmonarch@anac.pt.

Com a falência da Monarch, que deixou de realizar qualquer voo, existiram 110 mil passageiros que ficaram sem voos de regresso. A estes acrescentam outros 750 mil que viram as reservas para os próximos meses desaparecer, tendo agora de pedir reembolso.

Ver comentários
Saber mais Faro Monarch ANAC Autoridade Nacional da Aviação Civil economia negócios e finanças transportes aviação
Outras Notícias