Aviação António Costa: Maioria da TAP voltará para o Estado mesmo sem acordo

António Costa: Maioria da TAP voltará para o Estado mesmo sem acordo

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta sexta-feira, em Bruxelas, que o Estado retomará a maioria do capital da transportadora aérea TAP mesmo sem acordo com os compradores privados.
A carregar o vídeo ...
Lusa 18 de dezembro de 2015 às 13:38

Em conferência de imprensa, António Costa referiu que a negociação tem continuado e espera que "haja um acordo", mas alertou que a execução do programa do Governo avançará mesmo sem acordo.

 

"Eu acho que o resultado final vai ser esse (privados com a minoria), espero que seja feito por acordo", afirmou o governante, garantindo que o "Estado retomará 51% do capital da TAP". "Estou certo de que será feito por acordo e que, independente de declarações negociais que sejam feitas, o resultado final será a contendo de todas as partes", disse. 

 

"A execução do programa do Governo não está sujeita à vontade de particulares que resolveram assinar um contrato com o Estado português, nas situações, no mínimo precárias, visto que estavam a assinar com um Governo que tinha sido demitido na véspera", disse o primeiro-ministro numa referência à transportadora aérea TAP.

 

Na quinta-feira, o empresário Humberto Pedrosa, accionista maioritário da Atlantic Gateway, reuniu-se com o Governo para o primeiro encontro oficial sobre a recuperação da posição maioritária do Estado.

 

Após o encontro, Humberto Pedrosa afirmou que o seu projecto "não se adapta" com uma posição de minoria.

 

"O nosso projecto não se adapta com minoria", afirmou o empresário, acrescentando: "Estamos a conversar [com o Governo]. Isto foi uma primeira conversa, com certeza que o Governo não quer fechar a porta e nós não queremos fechar a porta".

No final do encontro de quinta-feira, David Neeleman deixou alguns alertas. "A TAP tem uma situação difícil no Brasil e em Angola. É uma empresa que deve muito dinheiro. A TAP tem de ser salva. Estamos dia-a-dia a lutar por isso". 

 

O acordo de conclusão da venda directa de 61% do capital da TAP foi assinado no dia 12 de Novembro entre a Parpública, empresa gestora das participações públicas, e o agrupamento Gateway, na presença da então secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, do então secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, Miguel Pinto Luz. 

O que mudou na TAP depois da privatização?
A venda de 61% da companhia aérea a David Neeleman trouxe tesouraria e capital para a empresa investir. Já foram encomendados novos aviões e há modificações em curso para aumentar a eficiência.  

1. A Atlantic Gateway passou a 12 de Novembro a deter 61% do capital da TAP. Até agora, já investiu 180 milhões de euros para capitalizar a companhia e nos próximos meses fará entrar na empresa mais 120 milhões. Com a privatização, disse Fernando Pinto, a TAP passou a ter tesouraria, capital e planos para o futuro.

2. O primeiro investimento que os novos donos anunciaram foi a aquisição de 53 novos aviões A330 e A320. A Atlantic Gateway tem a intenção de lançar 10 novas rotas para os Estados Unidos e entre oito a 10 para o Brasil.
 
3. A companhia aérea está também a investir 11 milhões de euros na modificação de 12 aviões A320. A introdução de dispositivos "sharklets" na ponta das asas possibilita ganhos na aerodinâmica do avião, que permite reduzir o consumo de combustível e estender a vida operacional do avião. O retorno do investimento será conseguido em cerca de 2,5 anos.

4. Algumas medidas de gestão divulgadas depois da entrada dos novos donos revelam uma nova forma de actuação. Por exemplo, como noticiou o Dinheiro Vivo, a companhia quer vender os terrenos que detém junto ao aeroporto, onde está à sede da empresa. Por outro lado, decidiu nesta época de Natal e Ano Novo aplicar uma sobretaxa entre 25 e 100 euros em voos realizados em alguns dias de forma a desbloquear reservas e permitir que mais passageiros consigam viajar.

5. A TAP e a companhia brasileira Azul, de que David Neeleman é também accionista, implementaram um acordo bilateral de code-share. 



(notícia actualizada às 14:15)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI