Aviação CEO da Ryanair: "Esperamos chegar a acordo com pilotos e tripulantes em Portugal"

CEO da Ryanair: "Esperamos chegar a acordo com pilotos e tripulantes em Portugal"

Michael O’Leary disse que a companhia aérea convidou os sindicatos dos pilotos e dos tripulantes de cabine portugueses a reunirem em Lisboa ou em Dublin, mas que só obteve resposta do SPAC.
Maria João Babo 09 de outubro de 2018 às 16:44

O presidente executivo da Ryanair, Michael O’Leary, disse esta terça-feira, numa conferência de imprensa em Lisboa para apresentar as novas rotas da companhia no próximo Verão, que espera "assinar acordos em Portugal com pilotos e tripulantes de cabine".

O responsável adiantou ter enviado ao Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) cartas a 25 de Setembro e a 4 de Outubro convidando a reunir em Dublin ou em Lisboa. Segundo disse, a primeira carta ficou sem resposta, mas a segunda já permitiu agendar o encontro para a próxima semana.


Já relativamente aos tripulantes de cabine, depois da Ryanair ter enviado cartas semelhantes, "três semanas depois" não obteve resposta, disse.

"Acreditamos que podemos assinar um acordo laboral", afirmou, dando conta de progressos relativamente aos acordos sindicais com os trabalhadores de Itália, Irlanda, Reino Unido, Espanha e Alemanha.


A Ryanair enfrentou no passado dia 28 de Setembro, uma greve à escala europeia dos tripulantes de cabine, incluindo de Portugal, à semelhança do que tinha já acontecido em Julho.


Em causa está designadamente a exigência de que os contratos de trabalho da Ryanair sejam feitos segundo a lei laboral nacional de cada país, e não a irlandesa.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI