Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO do IAG: "Não estamos a ver nada de momento" para aquisições

A British Airways e a Ibéria uniram-se para obter mais sinergias para o seu negócio. Agora que a reestruturação está feita, Willie Walsh, CEO do IAG, mostrou-se satisfeito com a composição do novo grupo de aviação.

Bloomberg
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 02 de Junho de 2014 às 18:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A indústria da aviação continua o seu processo de consolidação, mas os grupos de aviação estão cada vez mais exigentes.

 

Willie Walsh, que falava em Doha, a propósito da reunião de companhias aéreas promovida pela IATA, referiu que a consolidação continua a fazer parte da sua estratégia. "Mas de momento não estamos a ver nada de momento".

 

Já o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, foi firme em dizer que aquisições, "só companhias rentáveis, não em companhias falhadas e não estou Falar de ninguém em particular ".

 

Recentemente a Ethiad anunciou a sua intenção de aquisição da Alitalia. A companhia do Médio Oriente enviou uma carta com condições para fazer o negócio. Quanto a esta possível operação, Willie Walsh disse não se sentir ameaçado com o eventual ressurgimento da companhia italiana que as dificuldades financeiras quase a levaram à falência.

 

Quer o CEO do IAG, como o da Qatar airways defenderam que o caminho da aviação tem que se fazer às custas do aumento de rentabilidade.

 

Jornalista em Doha a convite da IATA

 

Ver comentários
Saber mais CEO IAG aqusições
Outras Notícias