Aviação Estado exige controlo da caixa e da frota da TAP
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Estado exige controlo da caixa e da frota da TAP

A intervenção do Estado na TAP terá condições: o Governo exige que os privados convertam créditos em capital, que sejam suspensas cláusulas do parassocial, designadamente as que preveem a invocação de motivos para a saída da empresa e o controlo do dinheiro injetado.
Estado exige controlo da caixa e da frota da TAP
A TAP, que tem mais de 100 aviões, tem a sua atividade praticamente parada devido à pandemia da covid-19.
Maria João Babo 19 de maio de 2020 às 23:10

O Estado está disponível para intervir na TAP mas exige, em troca, repartir encargos com os privados e controlar o destino que será dado ao dinheiro, nomeadamente a movimentação da caixa e o que respeita à

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI