Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ibéria despede sindicalistas após convocarem greve ilegal

Os 14 funcionários da Ibéria envolvidos na greve ilegal convocada durante 27 dias foram despedidos.

Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 27 de Julho de 2012 às 18:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...
A companhia aérea espanhola avançou com o despedimento de 14 elementos do Sindicato de Tripulantes Auxiliares de Voos e Linhas Aéreas (STAVLA).

Esta entidade sindical organizou uma greve de 27 dias entre Fevereiro e Maio de 2012, segundo o “El País” que cita fontes conhecedoras do processo.

Os despedimentos afectarão elementos envolvidos na organização da greve, entre os quais o presidente da STAVLA. A Ibéria avisou o sindicato quanto à ilegalidade da greve, com a convocação da mesma a empresa recorreu aos tribunais que a declararam ilegal.

A cessação dos contratos de trabalho dos envolvidos ocorreram como penalização pela promoção de um acto ilegal. Segundo os tribunais o protesto é ilegal por pretender alterar um acordo colectivo já estipulado anteriormente.

O sindicato que, já recorreu da sentença, argumentava que a companhia se havia comprometido a manter na linha aérea “low-cost” Ibéria Express condições de trabalho iguais às da “empresa mãe” Também os pilotos se haviam manifestado relativamente à criação de uma nova companhia. Porém após decisão do governo a Ibéria pôde fundar a Ibéria Express.
Ver comentários
Saber mais Iberia greve Espanha
Outras Notícias