Aviação Iberia faz terceiro despedimento em quatro anos para cortar 960 trabalhadores

Iberia faz terceiro despedimento em quatro anos para cortar 960 trabalhadores

A Iberia avançou com um despedimento colectivo para reduzir 960 trabalhadores. Este é o terceiro movimento de corte de trabalhadores que a empresa faz em quatro anos.
Iberia faz terceiro despedimento em quatro anos para cortar 960 trabalhadores
Denis Doyle/Bloomberg
Negócios 17 de agosto de 2017 às 15:27

A companhia de aviação Iberia vai avançar com o terceiro despedimento colectivo em quatro anos, com o objectivo de eliminar mais 960 postos de trabalho, noticiou o jornal espanhol Expansión. O número de trabalhadores atingidos fica ligeiramente abaixo dos 1.000 inicialmente previstos para este expediente de regulação de emprego (ERE), figura jurídica prevista na legislação espanhola e que é comparável ao despedimento colectivo português.

 

De acordo com o sindicato independente de tripulantes de cabine (SITCPLA), a administração da empresa associada à British Airways não especifica qual o número de empregados por categoria profissional que vai ser afectado por este movimento. Em comunicado citado pela imprensa espanhola, o SITCPLA adianta que, no máximo, serão afectados 960 quadros. No entanto, segundo fontes da Iberia citadas pela EFE, o número de pessoas a dispensar não vá além das 955.

 

A informação disponibilizada há cerca de um ano pelo presidente da Iberia, Luis Gallego, sobre um futuro novo despedimento na companhia apontava para a necessidade de reduzir o número de trabalhadores nas áreas de manutenção, oficinas centrais e no "handling".

 

Fez três anos em Julho que a Iberia concluiu o seu mais recente ERE. Na altura, a companhia ficou com 16.500 trabalhadores no seu quadro de pessoal.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI