Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Público: Stanley Ho tem ligações ao grupo chinês que quer entrar na TAP

Os chineses da HNA detêm 45% do capital de HK Express, fundada em 2004 pelo empresário dos casinos. E um dos administradores de uma empresa sua foi chamado pelo Governo para negociar o novo acordo de venda da TAP com o consórcio Atlantic Gateway.

Fernando Pinto à conversa com o seu novo accionista, David Neeleman.
Sara Matos
Negócios jng@negocios.pt 05 de Abril de 2016 às 09:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O empresário de Macau tem ligações à companhia chinesa Hainan Airlines (HNA) que está interessada em entrar na TAP. Stanley Ho é sócio da HNA numa companhia de aviação de baixo custo sedeada em Hong Kong, avança o Público esta terça-feira, 5 de Março.

A HK Express foi fundada em 2004 pelo empresários dos casinos e a HNA entrou no seu capital em 2006, com a compra de 45%. Do capital inicial, Stanley Ho detém agora uma fatia de 25%.

O empresário e a TAP já têm um passado, quando Stanley Ho comprou, através da Geocapital, 85% da unidade de manutenção que pertencia à companhia brasileira Varig, com os restantes 15% a ficarem nas mãos da TAP em 2006.

Apenas um ano depois, a TAP comprou os 85% detidos pela Geocapital com um prémio de 20%, 4,1 milhões de euros. Esta operação está a ser investigada actualmente pela Procuradoria-Geral da República, o que levou a buscas e inquirições ao presidente Fernando Pinto.

A parceria terminou em 2007, mas a Geocapital voltou a cruzar-se indirectamente com a TAP aquando da privatização. Um dos administradores da Geocapital, Diogo Lacerda Machado, foi chamado pelo Governo para negociar em nome do Estado o novo acordo de venda da TAP com a Atlantic Gateway.

A HNA detém 24% da Azul, a companhia área brasileira fundada por David Neeleman, um dos sócios do consórcio Atlantic Gateway que controla actualmente a TAP.

No memorando de entendimento assinado em Fevereiro, o Governo autorizou a entrada da HNA no capital social da Atlantic Gateway em percentagem a acordar entre os novos donos da TAP e os chineses, desde que não ponha em causa as regras comunitárias.

A HNA ficou igualmente autorizada a subscrever directamente parte do empréstimo de 120 milhões de euros, convertível em acções.
Ver comentários
Saber mais Macau Hainan Airlines HNA Stanley Ho Hong Kong TAP Varig Fernando Pinto Diogo Lacerda Machado David Neeleman consórcio Atlantic Gateway aviação
Outras Notícias