Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reguladores norte-americanos aprovam alterações à bateria do Dreamliner

Apesar da luz verde para as novas alterações, a frota dos Boeing 787 só vai levantar voo quando os reguladores ficarem convencidos da segurança do aparelho. O Dreamliner está impedido de voar desde Janeiro.

Inês Balreira inesbalreira@negocios.pt 13 de Março de 2013 às 14:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Federal Aviation Administration (FAA), que regula a aviação norte-americana, aprovou os planos de alteração às baterias de lítio do Boeing 787 Dreamliner. As alterações vão “decorrer sob testes e análises intensivas” dos reguladores, avança a BBC.

 

Apesar dos reguladores terem dado luz verde para as alterações, ainda não há indicação de quando é que a frota do modelo mais recente da Boeing pode voltar ao activo.

 

A FAA aprovou ainda uma série de testes limitados em dois aviões para testar as alterações às baterias. “Esta série de testes vai mostrar-nos se as melhorias propostas para as baterias funcionam na prática”, afirma Ray LaHood, secretário dos Transportes dos Estados Unidos, citado pela BBC. “Não vamos permitir que os aviões regressem ao serviço a menos que fiquemos convencidos de que o novo design certifica a segurança do avião e dos seus passageiros”, acrescenta.

 

A frota de 50 aviões Boeing 787 Dreamliner estão retidos desde 16 de Janeiro, depois de apresentarem anomalias nas baterias de lítio e obrigarem a aterragens de emergência.

Ver comentários
Saber mais FAA Boeing Dreamliner baterias
Mais lidas
Outras Notícias