Aviação Ryanair apressa turistas para Portugal: país fica sem quartos de hotel em Março

Ryanair apressa turistas para Portugal: país fica sem quartos de hotel em Março

A companhia “low cost” diz que quem não comprar viagens até final de Março corre o risco de não ter quartos no verão. A escolha do país como alternativa à Tunísia ou Turquia justifica o cenário, mas a hotelaria desmente estar cheia.
Ryanair apressa turistas para Portugal: país fica sem quartos de hotel em Março
Pedro Elias
Wilson Ledo 25 de fevereiro de 2016 às 13:35

A Ryanair aconselha os turistas interessados em viajar para Portugal a fazerem as suas reservas até ao final de Fevereiro. Porquê? Há o risco dos hotéis nacionais venderem os últimos quartos disponíveis já em Março.

O cenário foi traçado pelo director de marketing da companhia "low cost", Kenny Jacobs (na foto). A imprensa internacional pegou no discurso e diz mesmo que "Espanha e Portugal estão a vender como bolinhos quentes".


O porta-voz explicou que esteve reunido com hoteleiros portugueses na região do Algarve. Segundo Kenny Jacobs, há unidades "inundadas" com reservas em Julho e Agosto. A justificar o fluxo está a deslocação de turistas britânicos e alemães para a Península Ibérica depois dos ataques terroristas em destinos como Turquia ou Tunísia.


Ao Negócios, a presidente-executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) descarta este cenário de hotéis cheios. Tendo em conta os dados disponíveis, "não confirmo que Julho e Agosto estejam cheios", explicou Cristina Siza Vieira.


Até ao momento, o número de reservas segue a "previsão normal nesta altura do ano", embora a responsável admita que a instabilidade noutros destinos possa beneficiar Portugal, sobretudo o Algarve junto do mercado francês.


Cristina Siza Vieira antevê ainda que esta possa ser uma "estratégia comercial para consolidar a operação da própria Ryanair", que anunciou recentemente novas rotas e reforços de voos para Portugal.


Apesar dos bons resultados alcançados pelo sector, a AHP garante que este primeiro trimestre de 2016 foi "trabalhoso". "Para se conseguir os bons níveis está a dar muito trabalho. A oferta está a crescer muito", referiu.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI