Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ryanair condenada a pagar 8 milhões por trabalho “clandestino” em França

O tribunal confirmou assim uma sentença ditada há um ano, que determinava o pagamento dos valores referidos pela companhia, acusada de trabalho “clandestino”.

Bloomberg
Negócios 28 de Outubro de 2014 às 19:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Um tribunal francês condenou a companhia aérea Ryanair a pagar 8,1 milhões de euros de indemnizações por infracção ao código laboral daquele país. A operadora "low cost" terá ainda de cobrir uma multa de 200 mil euros.

 

A instância confirmou assim uma sentença ditada há um ano, que determinava o pagamento dos valores referidos pela companhia, acusada de trabalho "clandestino".

 

A empresa pagava os seus trabalhadores com base em contratos irlandeses, evitando os pagamentos da segurança social francesa, explica a imprensa internacional.

 

Os factos remontam ao período entre 2007 e 2010. A Ryanair tinha 127 trabalhadores no aeroporto de Marselha nessas condições.

Ver comentários
Saber mais Ryanair Marselha economia negócios e finanças aviação transportes
Mais lidas
Outras Notícias