Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sindicatos da TAP vão reunir-se com a administração com uma periodicidade trimestral (act.)

No dia em que o Governo e os nove sindicatos da TAP assinaram um acordo, no âmbito da privatização da companhia, Sérgio Monteiro, secretário de Estado dos Transportes fala de uma “vitória negocial”.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 16 de Janeiro de 2015 às 17:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

No âmbito do acordo entre os nove sindicatos da TAP e o Governo, a administração da companhia aérea passará a reunir-se com uma periodicidade, "no mínimo trimestral para discutir aspectos importantes", disse Sérgio Monteiro, no momento em que o acordo é assinado, no Ministério da Economia.

 

Sérgio Monteiro falou uma "vitória negocial" para o Governo e para nove dos 12 sindicatos da TAP que "não ficaram cristalizados e que evoluíram  para uma tentativa de salvaguarda dos seus interesses, temos aqui quem não se resigna".

 

"Foi um trabalho muito difícil, mas ao mesmo tempo rigoroso, transparente e frontal", disse André Teives, representante da plataforma sindical, acrescentando que o acordo visa "acautelar o futuro" e que isso não é o mesmo que dizer que concordam com ele, mas é "defender e garantir que na eventualidade do futuro A acontecer, nós saímos de consciência tranquila que cumprimos o nosso dever que é garantir o acautelar os interesses dos trabalhadores".

 

Este acordo prevê que quem ficar com a TAP não poderá mexer nos Acordos Empresa dos trabalhadores destes sindicatos, por um período de três anos. E não poderá avançar para um despedimento colectivo durante um período de 30 meses, ou durante o período de permanência do Estado no capital da empresa.

 

(actualiza às 17.12 com declarações do representante da plataforma sindical)

Ver comentários
Saber mais TAP Governo Sérgio Monteiro Ministério da Economia Acordos Empresa
Outras Notícias