Aviação Chineses da Hainan querem aproximar TAP e Aigle Azur

Chineses da Hainan querem aproximar TAP e Aigle Azur

A companhia aérea francesa é detida a 48% pela chinesa Hainan, que está no capital da TAP através do consórcio Atlantic Gateway. Os accionistas gostavam que houvesse mais proximidade entre as duas empresas.
Chineses da Hainan querem aproximar TAP e Aigle Azur
Alexandra Noronha 31 de março de 2016 às 15:57

A Aigle Azur está a reforçar a presença em Portugal, com a abertura de uma rota no Porto e planos para mais voos. Mas a companhia aérea francesa tem uma ligação ainda maior ao mercado nacional: 48% do seu capital é detido pelos chineses da Hainan Airlines (HNA) que estarão também presentes no capital da TAP, através do consórcio Atlantic Gateway.


Tiago Martins, director comercial adjunto da Aigle Azur, disse esta quinta-feira, 31 de Março, durante a inauguração do voo entre o Porto e Lyon que "a TAP também faz parte das oportunidades que estamos a trabalhar. Claro que a Aigle Azur não pode dizer que vai trabalhar com a TAP", acautelou, salientando, no entanto, que o accionista em comum gostaria de uma maior proximidade entre as duas empresas. "É accionista das duas empresas, claro que gostava. Mas ainda estamos muito longe disso", concluiu.


No memorando de entendimento assinado em Fevereiro deste ano, e que levou a cabo a intenção do Governo em reverter uma parte da privatização da TAP, o Executivo autorizou a entrada no capital social da Atlantic Gateway da HNA numa percentagem a acordar entre os novos donos da TAP e o chinês, desde que não ponha em causa as regras comunitárias. Essa percentagem poderá ficar entre os 10% e os 13% da TAP.


A Aigle Azur está já presente em quase todos os aeroportos nacionais. Voa para o Sá Carneiro, no Porto. com uma ligação para Paris, e também opera aviões entre a capital francesa e Lisboa, Faro e Funchal.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI