Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Voos entre Portugal e Guiné-Bissau retomados a 26 de Outubro

As reservas podem ser feitas a partir desta segunda-feira. Machete garante que incidentes como a vinda de sírios para Lisboa "não mais se voltarão a repetir". Governo guineense diz que se está numa "viragem de página".

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 28 de Julho de 2014 às 12:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Fernando Pinto anunciou esta segunda-feira, 28 de Julho, que os voos entre Lisboa e Bissau serão retomados a 26 de Outubro, depois de terem sido suspensos em Dezembro passado. As reservas poderão ser feitas a partir de hoje.

 

"Nessa semana, iniciamos três voos por semana para a Guiné Bissau", contou aos jornalistas o presidente da TAP, à margem da cerimónia em que foi assinado o protocolo entre os dois governos que permite o regresso das ligações aéreas entre as duas capitais.

 

Os voos foram suspensos depois de, a 10 de Dezembro, 74 sírios, entre adultos e crianças, embarcarem à força num voo para Lisboa.

 

Oito meses depois, os voos serão retomados sendo que Fernando Pinto afirma ter a "certeza" de que poderá dar "todas as condições de segurança aos passageiros". O embarque dos sírios, em Dezembro, terá sido feito com recurso a armas para persuadir a tripulação.

 

O presidente da TAP conta que haverá sempre um representante do SEF – Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – naqueles voos e que haverá uma "cooperação dos dois países no controlo das fronteiras", algo que é fundamental dado que foi esse o problema do passado.

 

Sem novos incidentes, uma viragem de página

 

O protocolo foi assinado pelos executivos dos dois países esta segunda-feira com a presença dos chefes de Governo e dos ministros dos Negócios Estrangeiros. Rui Machete afirmou que o "protocolo permitirá uma maior cooperação entre os serviços competentes" e assegurou que a sua assinatura dá a "garantia de que incidentes não mais se voltarão a repetir".

 

Do lado da Guiné, o ministro Mário Lopes da Rosa diz que a presença dos chefes de Governo "demonstra que [se está] num processo de viragem de página e [permite] encarar um futuro mais próspero, com cooperação entre os respectivos países".

Ver comentários
Saber mais TAP Portugal Guiné-Bissau Bissau Lisboa
Mais lidas
Outras Notícias