Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bandeirada do táxi sobe 62,5% de dia e 56% à noite

O valor a pagar no início de cada viagem sofreu um aumento superior a 50%, mas o taxímetro vai manter-se inalterado ao longo de um maior percurso antes de o preço subir. O novo tarifário é para os próximos dois anos.

Taxistas admitem bloquear Avenida da Liberdade por causa de megapiquenique
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 08 de Janeiro de 2013 às 13:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A bandeirada do táxi, o valor a partir do qual o taxímetro começa a contagem, vai aumentar mais de 50%, tanto no período diurno como nocturno, confirmou já o Negócios depois de a notícia ter sido avançada pelo “Diário de Notícias” e TSF.

 

Até aqui, quando um utilizador entrava no veículo e o condutor colocava o taxímetro a funcionar, a bandeirada era de 2 euros. Com o novo tarifário ontem homologado pelo Ministério da Economia e cuja entrada em vigor remete para 1 de Janeiro de 2013, a bandeirada aumenta 62,5% e fixa-se agora em 3,25 euros.

 

A diferença face ao tarifário actual, que se encontrava estabelecido desde 1 de Janeiro de 2011, passa pelo percurso que o táxi percorre antes de o preço começar a subir. De acordo com a legislação anterior, a bandeirada apenas se estendia por 220 metros, sendo que, com a nova tabela de preços divulgada pelo gabinete de Álvaro Santos Pereira, a mesma fica fixa até aos 1.800 metros.

 

A partir daí, as subidas de preços começam a ser, a cada 24 segundos, de 10 cêntimos, o que compara com o agravamento de 15 cêntimos de 36 em 36 segundos que vigorava antes do novo tarifário,segundo explica a TSF. Os tarifários dos táxis consistem no pagamento de uma bandeirada (fixa para todas as viagens) e das fracções que se lhe acrescentam.

 

À noite, também há lugar a um aumento de preços, resultantes desta proposta conjunta das associações do sector Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e Federação Portuguesa do Táxi. A subida da bandeirada é de 56%, que ascende de 2,50 para 3,90 euros, embora, também no período nocturno, a bandeirada se prolongue por um maior percurso: 1.440 metros, em vez dos 176 metros actuais.

 

O tarifário nocturno aumenta menos que o diurno mas a diferença relativa entre ambos continua a ser a mesma: 20%.

 

Os preços da hora de espera e do serviço à hora permanecem nos 14,80 euros e 8,35 euros, respectivamente.

 

Aumentos também fora dos centros urbanos

 

No tarifário ao quilómetro, que costuma ser utilizado fora dos centros urbanos, a bandeirada mantém-se nos 3,25 euros mas ficará sem aumentos apenas até aos 3.600 metros, em vez dos 5.400 metros que até aqui se contabilizavam. O preço do quilómetro fora das grandes cidades avança 2 cêntimos para 47 cêntimos.

 

Ao “Diário de Notícias”, Florêncio Almeida, presidente da ANTRAL, afirmou que o novo tarifário não corresponde a um aumento mas a uma actualização “que não compensa os encargos”.

 

Os novos preços dos táxis podem sentir-se a partir de hoje, sendo que os taxímetros precisam de ser actualizados para ficarem de acordo com o novo tarifário.

 

Ver comentários
Saber mais Táxis taxímetro ANTRAL Federação Portuguesa do Táxi
Outras Notícias