Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brasileiros da CCR e Odebrecht conseguem 1,2 mil milhões do BNDES para a ANA

Empresas ainda contam com outras fontes de financiamento.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 14 de Novembro de 2012 às 17:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O consórcio dos brasileiros da CCR e Odebrecht conseguiu obter um financiamento de 1,2 mil milhões de euros para a privatização da ANA, junto do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) segundo adiantaram ao Negócios fontes do mercado.

O agrupamento, um dos oito que entregaram proposta não vinculativa para a aquisição da gestora dos aeroportos nacionais, conta ainda com outras fontes para financiar a compra, que as propostas avaliam entre os 1,5 mil milhões e os 2,5 mil milhões de euros.

O BNDES é controlado pelo governo brasileiro, o que demonstra o interesse que a privatização está a gerar entre os "players" do sector. Recorde-se que os alemães da Fraport, que também estão a concorrer, estiveram em Portugal com Angela Merkel esta semana.

A CCR e a Odebrecht terão apresentado, entre os seus argumentos, o facto de não constituírem uma ameaça ao "hub" aeroportuário, sobretudo de Lisboa.
Ver comentários
Saber mais ANA privatização CCR Odebrecht BNDES
Outras Notícias