Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bruxelas compara guerra à Uber ao “combate à imprensa na Idade Média”

Dois comissários europeus saíram em defesa da Uber, empresa de transporte privado. Bruxelas elogia o serviço da "economia partilhada" e compara os seus opositores aos detractores da imprensa na Idade média.

Kai Pfaffenbach/Reuters
Negócios 05 de Novembro de 2015 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 19
  • ...

"Talvez seja uma comparação estúpida, mas é como combater a imprensa nos tempos medievais". Foi desta forma que Elzbieta Bienkowska, comissária europeia da Indústria e do Mercado Interno, veio esta quarta-feira, 4 de Novembro, defender o serviço de transporte privado da Uber, empresa concorrente dos táxis, segundo relata o Finantial Times.

 

"Não é um problema, é apenas um novo modelo de negócio", adiantou a responsável europeia, deixando pouca margem de manobra para que Bruxelas avance com iniciativas destinadas a travar a Uber, cujo serviço tem sido proibido em diversas cidades europeias.

 

O vice-presidente da Comissão Europeia, Jyrki Katainen, foi mais longe, levantando dúvidas sobre se as regras nacionais que permitem proibir a Uber são adequadas à era digital. "A economia da partilha está em crescimento e vai proporcionar um número assinalável de empregos e investimento", avisou, defendendo a necessidade de a União Europeia ter uma "posição comum" sobre o tema.

 

A Uber tem sido proibida de disponibilizar os seus serviços em diversos países, incluindo em Portugal, onde continua a estar activa por não ter sido notificada da decisão judicial nesse sentido. Também em Espanha, França, Alemanha e Bélgica há proibição ou limitação ao seu funcionamento.

 

A empresa fundada na cidade norte-americana de São Francisco aguarda há vários meses que a Comissão Europeia regule a sua actividade. A Uber já avançou mesmo para o Tribunal Europeu de Justiça para que seja os juízes europeus esclareçam se a companhia deve ser tratada como empresa de transportes, regulada a nível nacional, ou como serviço digital, cuja proibição a nível dos Estados-membros pode ser considerada ilegal.
Ver comentários
Saber mais Uber Bruxelas táxis Comissão Europeia transportes
Outras Notícias