Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Capital de risco Pathena assume 15,8% na Brisa Inovação

A parceria com a Brisa tem como objectivo o desenvolvimento e a implementação de produtos e serviços tecnológicos na área da mobilidade.

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 17 de Dezembro de 2014 às 12:23

A Brisa e a sociedade de capital de risco Pathena assinaram um acordo de parceria no âmbito do fornecimento de tecnologia e serviços relacionados com a mobilidade. No âmbito desse acordo, a Pathena entra na estrutura accionista da Brisa Inovação e Tecnologia (BIT), com uma participação de 15,8%.

 

Em comunicado, a Brisa explica que a parceria "visa a oferta de produtos e serviços tecnológicos inovadores na área da mobilidade, gestão de tráfego e cobrança de portagens, quer a nível nacional, quer a nível internacional".

 

Como sublinha, "as actividades de inovação e tecnologia têm gerado um valor significativo para o grupo Brisa e têm permitido, ao longo dos últimos anos, criar soluções de classe mundial como os sistemas de portagens e de gestão de tráfego". Soluções, actualmente implementadas nos Estados Unidos ou na Holanda, que o grupo pretende potenciar "como alavanca de crescimento nesta nova fase da empresa".

 

"A rápida evolução do sector e as recentes tendências de mobilidade colocaram novos desafios à Brisa que, com esta parceria, procura manter-se na vanguarda tecnológica, através da busca de novas linhas de negócio relevantes e de soluções escaláveis que sirvam de suporte ao seu crescimento internacional, com enfoque nos mercados dos Estados Unidos da América e da Europa", afirma ainda a Brisa.

 

Citado no comunicado, António Murta, co-fundador da Pathena, considera que "faz todo o sentido investir na mobilidade inteligente – tanto nos carros, como nas cidades e na infra-estrutura inteligente". "Este é um projecto em que queremos, conjuntamente com os nossos parceiros, afirmar internacionalmente o valor de um activo incorpóreo de referência e de propriedade intelectual portuguesa", acrescenta.

 

Já Daniel Amaral, presidente do conselho de administração da Brisa Inovação e Tecnologia, sublinha que "esta é uma parceria que complementa as competências acumuladas da BIT, tornando a empresa mais capaz para responder aos desafios tecnológicos do mercado da mobilidade".

 

A BIT é uma empresa que presta serviços de concepção, desenvolvimento, produção, instalação, suporte e manutenção de equipamentos, sistemas e serviços inteligentes de transporte que suportam a operação e exploração de auto-estradas.

 

Com uma facturação anual na ordem dos 12 milhões de euros, emprega 40 colaboradores. As 1.200 vias de portagem equipadas com os seus sistemas processam, anualmente, 300 milhões de transacções electrónicas e 150 milhões de transacções manuais. Processa ainda mais de 10 milhões de acessos a parques de estacionamento e meio milhão de transacções em postos de abastecimento, ferries e drives da cadeia McDonalds.

Ver comentários
Saber mais Brisa Pathena mobilidade
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio