Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO da Ryanair diz que saída da Grécia do euro beneficiaria turismo

"Bando de idiotas e lunáticos" é como O’Leary descreve os que estão a fazer campanha para que a Irlanda chumbe em referendo o Tratado europeu que impõe da regra de ouro orçamental.

Negócios negocios@negocios.pt 21 de Maio de 2012 às 16:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Em entrevista à Bloomberg, o CEO da Ryanair diz que não está a preparar nenhum plano B para enfrentar a possibilidade de a Grécia sair do euro.

“É difícil fazê-lo, mas a Grécia é um mercado pequeno e se saísse do euro até poderia ser bom para o negócio, porque com uma moeda desvalorizada o turismo iria certamente escalar”.

Michael O’Leary diz ainda estar confiante de que a situação grega acabará por resolver-se, ao contrário dos problemas mais estruturais da Europa, que lhe dizem suscitar muito maior preocupação. Um deles é o endividamento excessivo dos Estados que, em sua opinião, deve levar os irlandeses a votar sim ao Tratado orçamental, que é referendado no próximo dia 31.

“Tudo o que limite a possibilidade dos Estados gastarem o que não têm é de aclamar”, diz, ao classificar de “bando de idiotas e lunáticos” os que na Irlanda fazem campanha pelo “não”, numa altura em que o país “está a pedir emprestado 15 mil milhões de dólares por ano para manter as luzes acesas”.
Ver comentários
Saber mais CEO Ryanair Grécia euro turismo
Outras Notícias