Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Companhia aérea japonesa ANA vai inspeccionar todos os seus Boeing 787 após aterragem de emergência

A companhia aérea japonesa All Nippon Airways (ANA) decidiu suspender a utilização dos seus 17 aviões Boeing 787 Dreamliner, depois de uma nova avaria que obrigou hoje a uma aterragem de emergência no Japão.

Lusa 16 de Janeiro de 2013 às 08:11
  • Partilhar artigo
  • ...

Segundo a cadeia de televisão nipónica NHK, a ANA vai deixar, para já, em terra o aparelho que sofreu a avaria e os seus outros 16 Boeing 787.


A norte-americana Boeing garantiu que irá cooperar com as autoridades e com a ANA na sequência deste novo incidente com um dos seus aparelhos.

 

Um dos Boeing 787 da ANA realizava hoje um voo doméstico no Japão, com 129 passageiros e oito membros da tripulação, quando foi detectado fumo na cabine que obrigou a uma aterragem de emergência no aeroporto de Takamatsu, no sul do país, sem ter sido registado qualquer ferido.

 

O avião fazia a ligação entre o aeroporto de Ube, no sudoeste do Japão, e Haneda, Tóquio, quando teve de aterrar de emergência cerca das 08:45 (23:45 em Lisboa), 35 minutos depois de ter descolado.

 

O piloto e as autoridades aeroportuárias confirmaram depois ter sido detectado um problema numa das baterias do avião.

 

Esta foi a sexta avaria registada num Boeing 787 desde 07 de Janeiro e a primeira dessas seis -- que envolveram aparelhos das companhias japonesas ANA e JAL, as principais compradoras desse modelo, com um total de 24 aviões - que obrigou a uma aterragem de emergência.

 

Estas avarias levaram o Departamento Federal de Transporte dos Estados Unidos a ordenar, a 11 de Janeiro, uma "inspecção a fundo" do modelo.

 

Encontram-se em operação em todo o mundo 49 Boeing 787 de oito companhias. O primeiro aparelho foi entregue há 15 meses.

Ver comentários
Outras Notícias