Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CP quer despachar edifícios e comboios

A gestão da empresa ferroviária está à procura de eventuais interessados, quer no mercado interno quer no mercado externo, para alienar edifícios e material circulante de que não necessita. Os ativos detidos para venda estão valorizados em quase 5,5 milhões de euros.

A Infraestruturas de Portugal celebrou o segundo contrato mais elevado (51,9 milhões mais IVA) no ano passado. Em causa está a empreitada de modernização da linha da Beira, no troço Covilhã-Guarda, e cujo concurso público foi ganho pela Ramalho Rosa Cobetar.
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 28 de Agosto de 2019 às 22:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A CP quer vender edifícios e comboios que considera não serem necessários à sua atividade, estando a desenvolver contactos com potenciais interessados em Portugal e no estrangeiro.

No relatório e contas consolidadas intercalar do primeiro semestre deste ano, o grupo salienta que até junho "se manteve o empenho em proceder à alienação de bens não necessários à sua atividade", acrescentando que "esses bens ...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais CP ferrovia transportes
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias