Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas públicas de transporte poderão rescindir com mais mil trabalhadores

O número foi avançado no Parlamento pelo ministro da Economia, que garantiu que as reformas no sector dos transportes "estão a ser conduzidas num clima de total diálogo".

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 10:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
As empresas públicas de transporte já conseguiram desde o ano passado 2 mil rescisões por mútuo acordo e têm neste momento em cima da mesa mais mil pedidos de rescisão voluntária, de acordo com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.

O governante salientou, na Assembleia da República, que em causa está uma redução de 11,8% dos custos com pessoal e uma poupança de 160 milhões de euros de custos operacionais no sector dos transportes.

O Executivo espera obter no final deste ano o equilíbrio operacional das empresas, graças à redução de pessoal e de alguns serviços e aos aumentos de preços.

“As reformas do sector dos transportes estão a ser conduzidas num clima de total diálogo”, asseverou Álvaro Santos Pereira na Comissão de Economia e Obras Públicas. O ministro da Economia sublinhou a necessidade de a reestruturação do sector ser concretizada “de forma calma e bem feita”, para “permitir que estas empresas sejam sustentáveis”.

Com essa reestruturação, disse ainda Álvaro Santos Pereira, o Governo está a fazer com que haja “mais crédito disponível para o resto da economia”.
Ver comentários
Saber mais Álvaro Santos Pereira transportes rescisões
Mais lidas
Outras Notícias