Transportes Estado injecta 518 milhões na CP para reembolsar empréstimo

Estado injecta 518 milhões na CP para reembolsar empréstimo

O aumento de capital de mais de 500 milhões na CP destina-se exclusivamente ao pagamento de um empréstimo obrigacionista que se vence este mês de outubro.
Estado injecta 518 milhões na CP para reembolsar empréstimo
Miguel Baltazar
Maria João Babo 15 de outubro de 2019 às 13:08

Os 518 milhões de euros que o Estado vai injetar na CP – Comboios de Portugal destinam-se exclusivamente a permitir à empresa amortizar um empréstimo obrigacionista que se vence este mês de outubro, disse fonte oficial da empresa pública.

Esta segunda-feira, a CP informou em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários que o Estado "determinou a entrada de capital em numerário no valor global de 518.616.538 euros para cobertura de resultados transitados negativos".

No entanto, esta entrada de capital em numerário tem como destino exclusivo, segundo o despacho do Governo, a aplicação daquele montante no reembolso do empréstimo obrigacionista que se vence dentro de dias.


Este é já o quarto aumento de capital que a CP vai realizar este ano. No final de 2018, a dívida da empresa ascendia a 2,6 mil milhões de euros.


A CP, que em 2018 reduziu os prejuízos em 5,6% para 105,6 milhões de euros, tem um plano de aquisição de 22 comboios regionais, no valor de 168,21 milhões de euros. Em junho último, o Conselho de Ministros aprovou um investimento de 45 milhões para a CP, dos quais nove serão para executar este ano, para recuperar 70 comboios até 2022.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI