Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo vai começar a pagar este mês verba em falta dos passes dos estudantes

O ministro do ambiente garantiu que vão começar a pagar aos operadores de transporte as verbas em falta relativas ao desconto dos passes de estudantes ainda este mês.

Ricardo Castelo
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 14 de Novembro de 2018 às 13:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O Governo prevê resolver ainda este mês o pagamento em falta relativo ao desconto dos passes de estudantes aos operadores de transporte. A garantia foi dada pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética no Parlamento, na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.

"Vamos discutir esta semana", na quinta-feira em Conselho de Ministros," uma proposta para resolver o pagamento aos operadores" que dão desconto nos passes dos estudantes. "Prevemos pagar durante este mês a verba que está em falta", acrescentou.

Instado a explicar o motivo do atraso, o ministro explicou: "Esta é uma proposta do Ministério das Finanças que não é só para os transportes, mas para um conjunto vasto de indemnizações compensatórias que inclui vários outros sectores e, por isso, torna mais complexa a forma de pagar". No entanto, aproveitou para relembrar que quando chegaram ao Governo estes passes não eram pagos há dois anos.

Quanto à actual situação dos transportes públicos, "o ministro sublinhou que o Governo nunca "negou a fragilidade que existe no sistema de transportes". Porém, falando em concreto do Metro de Lisboa, referiu "que há uma evolução muito grande que não é fruto do acaso", dando como exemplo o investimento feito em manutenção e "a paz social que temos conseguido nessa empresa".

Para exemplificar a melhoria registado no sector, destacou o aumento de passageiros em 5% nos primeiros nove meses deste ano. "As empresas de transportes funcionam cada vez melhor, e o melhor exemplo é o metro de Lisboa. Das 30 composições paradas no ano passado quando estive aqui, agora são 11 ou 12".

Matos Fernandes garantiu ainda que vão cumprir o calendário relativo às obras previstas: "As empreitadas para o Metro de Lisboa e do Porto serão lançadas logo no ano de 2019, num valor somado de mais de 700 milhões de euros".

Ver comentários
Saber mais transportes João Matos Fernandes Metro de Lisboa
Outras Notícias