Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo prevê receitas de 330 milhões com portagens nas SCUT

A introdução de portagens nas SCUT, não tendo em conta os descontos a conceder, vão render aos cofres do Estado um encaixe de até 330 milhões de euros.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 14 de Julho de 2010 às 11:04
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
O ministro António Mendonça disse hoje no parlamento que as receitas previstas com a introdução de portagens nas sete SCUT situam-se entre os 320 e os 330 milhões de euros por ano.

Este valor refere-se à cobrança total sem isenções e descontos. Com a discriminação positiva, que está a ser acordada entre o Governo e o PSD deverá registar-se, como o Negócios já adiantou, uma perda de receitas de 130 milhões de euros até 2012.

Paulo Campos, secretário de Estado das Obras Públicas, respondeu também a perguntas sobre a Estradas de Portugal (EP), tendo reafirmado que as cartas da empresa a reportarem a sua situação à tutela são “correntes”.

O governante adiantou que o montante de fundos que a EP pede que seja aprovado para o seu financiamento atinge os 750 milhões de euros, um valor que já estará acordado com a banca.

Ver comentários
Outras Notícias