A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investimento imobiliário caiu no primeiro semestre

O retalho é a área que mais puxa pelo investimento imobiliário, à custa da venda do Fórum Coimbra e do Fórum Viseu. Na hotelaria só se negociou uma unidade, mostram os dados da consultora Worx.

Sofia A. Henriques/Negócios
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 12 de Julho de 2017 às 12:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O investimento em imobiliário nacional atingiu os 751 milhões de euros no primeiro semestre de 2016, revelando uma quebra de 36% face ao mesmo período do ano passado.

A conclusão é da consultora imobiliária Worx, que destaca o desempenho do sector do retalho, com um valor de investimento de 400 milhões de euros.


A contribuir estão a venda do Fórum Coimbra e do Fórum Viseu pela Locaviseu aos grupos Greenbay e Resiliente, da Mauritânia e África do Sul, respectivamente.


Nos escritórios, as transacções de maior peso atingiram os 244 milhões de euros. Exemplos são a venda do edifício Entreposto por 65,5 milhões de euros à Signal Capital ou do Central Office por 29 milhões à Merlin Properties, ambos em Lisboa.


Há ainda a destacar a venda, por parte da Caixa Geral de Depósitos, do edifício da antiga sede do ex-Banco Nacional Ultramarino (BNU), na Avenida de Berna em Lisboa, por 50 milhões de euros à Segurança Social.


A hotelaria é a área onde a quebra foi mais acentuada, tendo-se negociado apenas um hotel: o Lux Park Hotel, em Lisboa, por 16 milhões de euros.


Apesar da tendência de quebra que se tem vindo a registar, a Worx considera que o mercado português vai continuar a assistir a "elevados volumes de liquidez e interesse", atingindo valores semelhantes ao final de 2016.

Ver comentários
Saber mais Worx Fórum Coimbra Fórum Viseu Entreposto Signal Capital Merlin Properties Caixa Geral de Depósitos Lux Park Hotel serviços financeiros banca imobiliário
Outras Notícias