Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais passageiros nos comboios, metros e aeroportos

O transporte de passageiros por via ferroviária aumentou 1,1% e por metropolitano 1,7% no quarto trimestre do ano passado. Pelos aeroportos nacionais passaram mais 9,9% passageiros. Por via fluvial o acréscimo registado pelo INE foi residual.

Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 14 de Abril de 2015 às 12:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O metropolitano de Lisboa transportou 35 milhões de passageiros no quarto trimestre de 2014, mais 1,7% do que no mesmo período de 2013. Também o metro do Porto registou uma subida de 1,6% do número de utilizadores, para os 15,4 milhões, revela o relatório de Actividade dos Transportes, divulgado esta terça-feira, 14 de Abril, pelo Instituto Nacional de Estatística.

 

De acordo com o INE, também os passageiros transportados por modo ferroviário aumentaram no quarto trimestre do ano passado em 1,1%, fixando-se em 32,7 milhões. Neste caso, o tráfego suburbano cresceu 0,6%, o interurbano 4,5% e o transporte internacional 10,7%.

 

Também nos aeroportos, o número de passageiros embarcados, desembarcados e em trânsito aumentou 9,9% no período em análise, somando 7,8 milhões. De acordo com o INE, os aeroportos de Lisboa e Porto mantiveram os crescimentos mais expressivos de movimento de passageiros, de 13,6% e 10,1% respectivamente.

 

As empresas portuguesas transportaram 42,6% dos passageiros movimentados, menos do que os 46,7% que foram registados no quatro trimestre de 2013. Os operadores irlandeses destacaram-se entre os internacionais, reunido 17,7% do total de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais.

 

Por fim, de acordo com o INE, as deslocações por via fluvial registaram no quatro trimestre de 2014 uma subida ligeira de 0,1%, tendo assegurado o transporte de 6,2 milhões de passageiros.

 

Neste caso, o rio Tejo, que representou 95,7% do total do transporte fluvial em Portugal, registou um acréscimo de 0,6% do número de passageiros.

 

Ver comentários
Saber mais Transportes INE
Mais lidas
Outras Notícias