Transportes Metro do Porto e STCP anulam subconcessões

Metro do Porto e STCP anulam subconcessões

Os conselhos de administração das empresas de transporte público do Porto aprovaram esta segunda-feira a anulação dos contratos de subconcessão assinados no ano passado com a Transdev e a Alsa.
Metro do Porto e STCP anulam subconcessões
Paulo Duarte/Negócios
Maria João Babo 15 de fevereiro de 2016 às 20:06

Os conselhos de administração da Metro do Porto e da STCP aprovaram esta segunda-feira a anulação dos contratos com a Transdev e a Alsa, respectivamente, soube o Negócios junto de fonte oficial das empresas.

As duas multinacionais, que tinham ganho as duas subconcessões dos transportes do Porto vão ser notificadas nos próximos dias, acrescentou a mesma fonte.

Os conselhos de administração da Metro do Porto e da STCP formalizam assim a decisão tomada pelo Governo de António Costa, a qual constava também dos acordos parlamentares fechados com os partidos de esquerda.

Ainda durante o Executivo de Passos Coelho, os contratos de subconcessão por um prazo de dez anos foram assinados com a Transdev e a Alsa, mas não chegaram a obter visto do Tribunal de Contas.

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, tem garantido que não haverá lugar ao pagamento de indemnizações, mas apenas à devolução das cauções. Depois de serem notificadas, as duas empresas têm um prazo para se pronunciarem.

Em Lisboa, Carris e Metro também comunicaram à Avanza a anulação do contrato assinado, o que desagradou à empresa detida pelo grupo mexicano ADO que ameaçou já levar o caso para o tribunal arbitral internacional.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI