Transportes Metro do Porto vai gastar 10,6 milhões com a frota

Metro do Porto vai gastar 10,6 milhões com a frota

A transportadora vai proceder à manutenção obrigatória dos veículos, que não está prevista no actual contrato de concessão, segundo uma portaria publicada em Diário da República.
Metro do Porto vai gastar 10,6 milhões com a frota
Paulo Duarte/Negócios
Alexandra Noronha 09 de agosto de 2016 às 10:14

A Metro do Porto vai gastar 10,6 milhões de euros na manutenção da sua frota de veículos Eurotram este ano e em 2017, segundo uma portaria publicada esta terça-feira, 9 de Agosto, em Diário da República. Os serviços de manutenção deste género não estão contemplados no contrato de subconcessão da empresa, adiantou o mesmo documento.

"A manutenção da frota de veículos do tipo Eurotram prevê ciclos de grande revisão a cada 480.000 quilómetros. A frota Eurotram encontra-se com uma distribuição quilométrica que faz com que se inicie em 2015 o segundo ciclo de grande manutenção, a realizar aos 960.000 quilómetros", referiu a portaria.


Recorde-se que a concessão dos transportes no Porto continua nas mãos da Via Porto, depois da tentativa de realizar um novo concurso ter sido travada.

"Independentemente do início do próximo contrato de subconcessão do sistema de metro ligeiro da Área Metropolitana do Porto, é necessário contratar separadamente a referida grande revisão dos 960.000 quilómetros, pelo que a Metro do Porto deve proceder à contratação da prestação de serviços em causa, relativamente a um primeiro lote de 40 veículos e por um período de até 3 anos", realça a portaria.


Os valores serão repartidos entre 2016 e 2017, com mais de sete milhões para este ano e 3,5 milhões no próximo.


Os montantes serão "satisfeitos por verbas adequadas inscritas ou a inscrever no orçamento da Metro do Porto", diz o documento.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI