Transportes Ministra do Mar: “Acordo no porto de Setúbal elimina precariedade incompreensível”

Ministra do Mar: “Acordo no porto de Setúbal elimina precariedade incompreensível”

O acordo entre estivadores e operadores de Setúbal foi assinado esta sexta-feira. 56 trabalhadores eventuais são integrados no imediato e a curto prazo serão mais 10 a 37.
Ministra do Mar: “Acordo no porto de Setúbal elimina precariedade incompreensível”
Miguel Baltazar
Maria João Babo 14 de dezembro de 2018 às 12:28

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, anunciou esta sexta-feira, 14 de Dezembro, o acordo entre os estivadores e o porto de Setúbal, que prevê a integração imediata de 56 trabalhadores eventuais e "a curto prazo" de mais 10 a 37 estivadores.

A governante, que mediou as negociações na sequência da paralisação que começou a 5 de Novembro, salientou que o acordo "permite atingir dois dos grandes objectivos fixados para esta negociação: a eliminação da precariedade incompreensível e com conceitos ultrapassados que existia no Porto de Setúbal e o retomar da rota de crescimento do porto, apoiando o desenvolvimento da economia da península e da economia nacional".

"Com isso atingimos um standard superior ao que é a média europeia, o padrão europeu", afirmou a ministra, para quem o entendimento a que chegaram operadores e estivadores é "uma solução em que todos ganham".

"No acordo são também fixadas regras de gestão do trabalho a todos os estivadores, efectivos e eventuais, para além de fixar regras mínimas remuneratórias", disse.

A ministra adiantou ainda que, "por parte do Governo, nunca esteve em cima da mesa aplicar a requisição civil".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI